A tecnologia é uma ferramenta importantíssima para alavancar todos os tipos de negócios, inclusive os do segmento alimentício. Frequentemente, surgem novos equipamentos que podem ajudar a aumentar a produtividade e a qualidade dos produtos, como é o caso do forno de pizza a gás.

Você já pensou se vale a pena adquirir um desses para o seu empreendimento? Neste post, reunimos tudo o que você precisa saber para tomar a sua decisão. Afinal, para gerir uma empresa de sucesso é fundamental estar sempre de olho nas novidades da área. Continue a leitura e confira!

Entenda a diferença entre os diferentes tipos de forno

Forno de pizza a lenha

Ele ainda é o modelo mais encontrado na maioria das pizzarias mais tradicionais. É constituído por grandes estruturas em formato de “iglu”, com uma chaminé acoplada. Pode ser construído a partir de matérias-primas variadas, como barro, alvenaria ou pedras.

Nos fornos a lenha, as pizzas são assadas pela irradiação do calor, que é distribuído pela reflexão nas paredes arredondadas. Geralmente, a temperatura ideal é algo entre 300 ºC e 400 ºC, que pode demorar a ser alcançada pela queima da madeira.

Forno de pizza a gás

O forno de pizza a gás é o mais utilizado nos estabelecimentos mais modernos, principalmente naqueles que são alocados em centros comerciais ou que têm dificuldades de espaço.

Os fornos a gás permitem um maior controle da temperatura e o calor é irradiado de forma constante e uniforme. Como não depende da queima da madeira, o aquecimento da estrutura acontece bem mais rapidamente, em apenas alguns minutos.

Forno combinado

Os fornos combinados proporcionam maior usabilidade e praticidade, já que mesclam várias tecnologias no processo de cocção de forma automatizada e com controle de tempo, temperatura e umidade.

São capazes de realizar, praticamente, todas as funções de uma cozinha profissional, como assar, gratinar, aquecer, cozinhar em banho-maria ou a vapor, fritar e grelhar. O problema é que, justamente por terem tantas funções, costumam ter os preços mais altos do mercado.

Forno convencional

Os fornos convencionais funcionam como os domésticos. Neles, o calor é transferido a partir da base da estrutura e, às vezes, também do topo. Podem ser elétricos ou a gás.

Quais as vantagens de investir em um forno de pizza a gás

Temperatura de cocção uniforme

Um dos maiores benefícios do forno a gás é que ele propicia uma cocção bastante uniforme, o que facilita para que os cozinheiros entreguem um produto de maior qualidade aos consumidores. Isso aumenta a satisfação do cliente e, também, diminui as chances de precisar refazer uma pizza por reclamações do salão.

Mais rapidez

Nos fornos a lenha, é preciso esperar entre duas e três horas após o acendimento para que a estrutura alcance a temperatura adequada. O processo é bem diferente com o forno a gás, já que ele não requer esse tipo de antecipação.

Os fornos a gás permitem um controle de temperatura mais preciso e isso também faz com que o tempo de produção seja menor e mais regular. Desse modo, além de entregar as pizzas mais rapidamente, também é possível prever de forma mais precisa a quantidade de itens que podem ser produzidos em um dia.

Menor custo de manutenção

No quesito manutenção, também há várias vantagens. A primeira delas é que, enquanto a limpeza dos fornos a lenha pode ser bem complexa e demorada, nos fornos a gás ela é bem prática e fácil.

Outra grande facilidade é o fato de não requerer o uso de madeira para funcionar. Atualmente, o custo da lenha legalizada e de qualidade é bem alto, o que diminui o lucro final do empreendimento.

Além disso, equipamentos modernos e de marcas de referência costumam necessitar de poucos reparos e trocas de peças. Dessa forma, caso o forno seja usado corretamente, o custo da manutenção poderá ser bem acessível.

Aumento da produtividade

O combo rapidez, qualidade e baixa manutenção só pode significar uma coisa: produtividade alta. É exatamente isso que acontece com os fornos a gás, que podem ajudar o restaurante a produzir até 40% mais — é possível entregar até 90 pizzas por hora!

A praticidade do equipamento também ajuda a aumentar esse número. Como a estrutura é bem menor, ele pode ser transportado para outros lugares, possibilitando a expansão do modelo de negócios e a imersão no setor de buffets.

Afinal, vale a pena o investimento?

Há cerca de 10 anos, os fornos a gás foram a grande inovação do mercado, mas hoje já são bem comuns nos estabelecimentos mais modernos. Isso acontece porque muitos gestores perceberam as vantagens de apostar nessa tendência industrial e gastronômica.

Para entender se, afinal, vale a pena ou não investir em um forno de pizza a gás é preciso comparar alguns atributos. Confira!

Sustentabilidade e saúde

Ao deixar de lado a madeira, os fornos a gás também podem ser considerados mais sustentáveis do que os modelos a lenha. Basicamente, porque eliminam o uso de um recurso natural precioso, a madeira. Mesmo que a lenha legalizada do Brasil seja constituída de reflorestamento, ainda é nebulosa a relação com os fornecedores e a multa para o uso de madeira ilegal é bastante alta.

Por outro lado, por mais que o gás natural seja considerado o mais limpo entre as fontes fósseis, ele não é um recurso renovável, o que pode ser um ponto negativo no quesito sustentabilidade.

O maior atributo ecológico do forno de pizza a gás (e que faz com que seja mais sustentável do que o modelo a lenha) é que ele não lança gases tóxicos no ambiente de forma direta e constante. A fumaça liberada na queima da madeira, além de intensificar o efeito estufa, também é altamente prejudicial para as pessoas que trabalham no local, causando desconforto imediato e aumentando o risco de doenças respiratórias.

Modernidade e sabor

Uma das maiores questões sobre o forno a gás é que muita gente imagina que o sabor da pizza será inferior, sem aquele toque de “defumado” que é alcançado com o forno a lenha. No entanto, caso você considere o aroma de fumaça extremamente importante para a sua pizza, também é possível alcançar o mesmo efeito por meio de algumas técnicas culinárias.

Na verdade, o que acontece é que as pessoas pouco percebem a diferença, já que a pizza produzida no forno a gás também é extremamente saborosa. É justamente ela que prova que é possível, sim, trazer modernidade para a sua cozinha sem perder a qualidade da gastronomia. Isso é ainda mais fácil de conseguir com o uso de equipamentos de qualidade.

Agora, que você sabe as vantagens de um forno de pizza a gás, conheça este modelo!

Powered by Rock Convert