Se você está buscando novas alternativas para ganhar dinheiro, seja para garantir sua renda mensal ou aquela grana extra no final do mês, deve considerar diferentes opções de investimentos e profissões. Tanto no Brasil quanto em outros países, o comércio ambulante sempre foi uma boa saída para quem busca um investimento lucrativo e seguro e, cada vez mais, esse tipo de profissão vem ganhando espaço no mercado.

Isso significa que muita gente anda buscando trabalhar como vendedor ambulante, devido ao baixo custo de investimento e à flexibilidade nos horários e tipos de trabalho. Assim, é possível ser seu próprio patrão, sem a necessidade de aplicar um grande capital para abrir uma empresa, por exemplo.

Se você está considerando ser um vendedor ambulante, esse post é para você! Aqui, daremos algumas dicas essenciais para quem deseja trabalhar com esse tipo de comércio, realizando muitas vendas e se tornando referência no nicho.

Acompanhe!

O que é ser um vendedor ambulante? Vale a pena?

Antes de entender como lucrar como vendedor ambulante, é importante entender do que se trata essa profissão. Basicamente, o vendedor ambulante é aquela pessoa que trabalha vendendo produtos ou alimentos na rua, seja de produção própria ou de terceiros, como revendedor.

A ferramenta de trabalho do vendedor ambulante é basicamente um carrinho ou barraca e os equipamentos necessários para produzir o produto a ser vendido, como é o caso dos ambulantes do ramo alimentício. Existem também os camelôs que revendem produtos terceirizados, como vestimentas e utensílios para casa. Então, resumindo, vendedor ambulante é aquele que vende algum produto na rua.

Mas qual é a vantagem de vender na rua? É lucrativo?

Quem nunca esteve na correria do dia a dia e acabou comendo um lanche na rua, no lugar de uma refeição em casa, que atire a primeira pedra. Os carrinhos de cachorro quente, churros, sorvete ou espetinho são ótimas alternativas para as pessoas que estão com a agenda cheia e não têm tempo de parar e fazer uma refeição completa, em casa ou em um restaurante.

Portanto, trata-se de uma alternativa prática para o consumidor. Afinal, se você está com pressa e fome, vai optar por comer um lanche rápido, que está no seu caminho, ou por se locomover a um restaurante mais distante e gastar seu precioso tempo? A primeira opção é mais rápida, apresentando-se como mais viável em muitas situações. Assim, ser um vendedor ambulante vem sendo cada vez mais lucrativo: com a rotina corrida da população, nada como um lanche (quase) instantâneo e saboroso.

Como ser vendedor ambulante: veja nossas dicas para começar!

1) Aposte no ramo alimentício

Vender produtos alimentícios indica um baixo custo de investimento e vendas mais eficazes. Isso porque você pode escolher aquilo pelo qual se identifica mais quando o assunto é produção. Algumas opções rentáveis são: churros, cachorro-quente, espetinho, picolé, crepe, algodão-doce e pipoca.

Confira o post “Conheça 4 opções de comércio ambulante para começar agora!” e saiba mais.

2) Venda produtos de qualidade

Se quiser se destacar perante os outros vendedores, deve considerar, em primeiro lugar, a qualidade dos seus produtos – afinal, ninguém quer consumir “qualquer coisa” só porque está na rua. Se você oferecer produtos de qualidade, mesmo que com um preço um pouquinho mais alto, com certeza terá excelentes retornos

Quando o assunto é alimento, principalmente, a qualidade deve ser ainda rigorosa: o cliente leva em conta desde a higiene do ambiente até o aspecto do alimento. Escolha ingredientes de alto padrão para satisfazer o consumidor.

3) Legalize seu negócio

Antes de sair vendendo por aí, é importantíssimo buscar saber como tirar licença para vendedor ambulante na sua cidade, para evitar complicações e dores de cabeça. Jamais trabalhe de forma irregular.

4) Escolha um ponto estratégico

Ter uma boa localização é essencial para faturar em suas vendas. Aproveite que seu negócio é móvel e posicione-se em lugares de maior movimentação de pessoas: próximo a escolas, centro da cidade, pontos de ônibus, enfim, onde você vá encontrar seu público. Assim, você irá levar o produto necessário para o comprador: crianças e adolescentes amam algodão doce, raspadinha e churros, por exemplo, portanto, localizar-se na frente da escola nos horário de entrada e saída dos alunos é venda na certa!

5) Apresente um bom atendimento


Um bom atendimento é indispensável em todo tipo de comércio. As pessoas valorizam muito um atendimento cordial e solícito, portanto, coloque sempre a opinião dos consumidores em primeiro lugar e faça de tudo para agradá-los. Quanto mais comunicativo e atencioso, mais chances de virar referência no ramo você vai ter.

No que você precisa investir para se tornar um ambulante

Para pôr tudo isso em prática, é necessário fazer um investimento inicial. Mas calma, esse investimento tem baixo custo e já nas primeiras vendas é possível compensar.

Na Castellmaq, você encontra tudo que você precisa para se tornar um vendedor ambulante de sucesso em seu ramo: carrinhos de sorvete, pipoca, churrasco, crepe, churros e muito mais, além de diversos equipamentos e máquinas para produzir o alimento com praticidade. Adquira já seu instrumento de trabalho, siga nossas dicas e comece a lucrar!

Esperamos tê-lo ajudado. Até a próxima!

Powered by Rock Convert