Uma verdade conhecida por todos é que o brasileiro ama pizza. Essa paixão mundial pode ser a sua chance de mudar a sua vida! Se você está começando ou se quer aprimorar os resultados da sua pizzaria, antes, precisa entender o mercado da pizza.

Por seu um produto tão popular, o número de estabelecimentos que fornecem a massa é enorme em qualquer parte do país. Por isso, não é tão simples assim abrir uma pizzaria e fazer com que ela dê certo.

Concorrência, demanda, gastos, imprevistos, equipamentos, tudo isso e muito mais deve ser considerado ao analisar a possibilidade de abrir ou ampliar seu negócio.

Por isso, a Castellmaq vai te explicar tudo o que precisa saber e analisar para se inserir nesse mercado, com dicas exclusivas para impulsionar seu empreendimento. Vamos lá?!

Você sabe como e quando a pizza chegou ao Brasil?

Que a pizza não é de origem brasileira é óbvio, mas essa especiaria italiana já é quase um “prato típico” no nosso cardápio, não é? Por isso, antes de falarmos sobre o mercado, é importante entendermos como e quando essa delícia entrou no cotidiano do Brasil.

Devido à forte imigração italiana, no final do século XIX, com desembarque no porto de Santos, a cidade de São Paulo foi onde a pizza chegou primeiro aqui no Brasil.

Com a organização da cidade, as comunidades italianas foram se espalhando, mas o Brás é considerado o bairro berço das pizzas brasileiras. O primeiro pizzaiolo instalado lá foi Carmino Corvino, que inaugurou, em 1910, a antiga Cantina Santa Genoveva.

Mas, antes mesmo disso, a pizza era vendida por ambulantes, sendo guardada em pequenas estufas de cobre.

Foi a partir de 1920 que não-italianos começaram a produzir esse prato que era sucesso no Brasil. Assim, a receita começou a sofrer alterações, mudanças de tempero e preparação, até chegar na forma que conhecemos hoje.

Com os movimentos de migração dentro do país e colônias se formando por todo o território, por volta da década de 1950, o pizza já tinha conquistado o país de norte a sul –  ainda bem, né?!

Com essa breve contextualização, vamos agora falar do mercado para sua pizzaria!

Onde o seu estabelecimento se encaixa?

Quando falamos de mercado, é preciso entender que ele compreende empresas e consumidores, oferta e demanda. Mas não dá para pensar nisso de forma tão ampla, afinal, tudo é comercializado hoje em dia.

Por isso, você precisa entender a segmentação do mercado em que seu negócio se encaixa. De uma forma geral, estamos falando do segmento pizzaria. Mas saiba que ele pode ser ainda mais afunilados, como pizzaria vegetariana.

Quando você souber onde a sua pizzaria se encaixa é preciso pensar em mais alguns pontos para fazer um estudo de mercado. O primeiro deles é o tamanho deste segmento de mercado, que pode se dividir em dois:

  • Mercados de nicho

Os segmentos desse tamanho contam com pouca concorrência, mas consumidores também. Geralmente são os mais específicos, o que pode ser difícil de trabalhar e ter lucros altos de forma rápida. 

Porém, é nesse tipo que se encaixam os mercados de luxo, que oferecem um produto exclusivo e incomum aos clientes, o que permite aplicar uma margem de lucro alta.

  • Mercados de massa

Como o próprio nome sugere, os mercados de massa são de maior abrangência. Ao mesmo tempo que conta com mais consumidores, o número de clientes também é bem grande.

Por isso, além de precisar atender à demanda, você precisa de muito investimento para se manter na competição e conquistar mais clientes do que as outras pizzarias.

Para definir em qual mercado você quer entrar, tenha em mente o segmento do seu negócio, o que você pode oferecer e qual público quer alcançar. Assim você garante um bom planejamento desde o começo das empreitadas.

Alguém vai querer comer a sua pizza?

Essa é uma pergunta essencial para uma boa análise do mercado. Com ela, você consegue identificar o público que pode alcançar com seu produto e a dimensão dele. 

Se seu negócio é de nicho, considere o grupo de pessoas que você pretende atingir e entenda onde e como encontrá-lo. Nesse momento, você pode pensar no que esse consumidor precisa e como você pode atender a essa necessidade.

No caso dos negócios de massa, certamente haverá público para seu negócio, mas essas pessoas também terão mais opções para escolher além da sua pizzaria. Por isso, vale a pena pensar em como atender necessidades mais específicas, a fim de oferecer um diferencial.

Quem está competindo com você e como superá-los?

Em maior ou menor quantidade, os concorrentes são inevitáveis no ramo da pizzaria, afinal, em 2016, já haviam 36 mil pizzarias no país! Por isso, é essencial que você entenda quem está disputando com seu negócio, para saber quais estratégias utilizar para conquistar mais clientes.

Uma forma de encontrar as outras pizzarias é por meio de mapeamento. Identifique onde ficam esses estabelecimentos para saber quais podem afetar os seus resultados e não perder tempo analisando “falsos concorrentes”.

Assim, pesquise como os concorrentes mantêm contato com os clientes; qual a variedade de sabores que oferece; organiza o ambiente, caso haja espaço físico; a eficiência do delivery e formas de atendimento (rodízio, à la carte, fast food, etc.).

Vale a pena entrar nas redes sociais dessas pizzarias e analisar os comentários e avaliações dos clientes. Essa é uma boa forma de encontrar as lacunas deixadas pela concorrência, nas quais você pode trabalhar e conquistar os consumidores.

Quais serviços você quer oferecer ao seu cliente?

A amplitude do mercado de pizzas permite que você ofereça diversos serviços ao seu cliente. Então é preciso delimitar as melhores opções, de acordo com a oferta e demanda que já existem na sua área.

Vai oferecer à la carte ou rodízio? Precisará de um espaço físico – será que há uma boa opção onde você quer se estabelecer? As pessoas que estão por perto buscam esse tipo de serviço? A localização é de fácil acesso? Pense em tudo isso para definir.

E os serviços delivery, que são essenciais no dia de hoje: vai usar os métodos padrões, optar por aplicativos de entrega ou retiradas apenas no balcão? Sempre considere a sua demanda e como isso interfere na qualidade do seu serviço.

h3Como conquistar os clientes pela qualidade?

Não basta superar a concorrência, é preciso garantir a qualidade do seu produto para que o cliente opte por você em meio a tantas opções e não se arrependa das escolhas que fez. 

Para isso, é preciso fazer uma análise de fornecedores. Onde encontrar os melhores produtos pelos melhores preços? Assim você encontra e oferece alimentos de qualidade.

Procurar por equipamentos de qualidade para sua pizzaria também é essencial. Pesquise modelos, preços e peças essenciais. Assim você pode acabar ganhando dos seus concorrentes no processo de produção.

Um bom forno de pizza vai interferir na qualidade do seu produto, no tempo de produção e na segurança da sua equipe.

Cilindros e abridores de massa também interferem na procedência final da pizza e são ótimos para quem opta pelo mercado de grande concorrência e demanda.

Aqui na Castellmaq, explicamos também por que você deve investir em uma amassadeira para a sua pizzaria – otimização de investimento e tempo! Dá uma conferida lá.

Uma estratégia indispensável para garantir a qualidade dos seus produtos, é produzir fichas de alimento para cada prato. Assim você mantém a qualidade, procedência e otimiza o trabalho da sua equipe.

Se você olhar para esses aspectos, fica fácil fazer uma boa análise e entender o mercado de pizzas. Com as dicas que demos, as suas chances de ter um negócio de sucesso são super altas!

Conta pra gente, nos comentários, o que achou do nosso post. Estamos ansiosos para interagir com você. Até o próximo conteúdo!

Powered by Rock Convert