A pizza é um produto consumido por pessoas de todas as classes sociais em todas as regiões do país. Cai bem em qualquer ocasião e é ótima para servir à la carte, em rodízio e delivery. 

De maneira geral, pizzarias são negócios muito rentáveis e populares, mas necessitam de uma boa dose de planejamento para que tenham sucesso.

Quer iniciar seu negócio de pizzas, mas está rodeado de dúvidas? A Castellmaq preparou um passo a passo detalhado para a construção de seu estabelecimento, respondendo dúvidas frequentes e dando dicas imperdíveis. 

Papel e caneta em mãos? Vem com a gente! 

Conheça seu público alvo 

Todo mundo ama pizza, não é?! Mesmo assim, antes de abrir uma pizzaria, é necessário conhecer bem o seu público-alvo.

Você deverá entender qual o perfil de quem vai frequentar seu estabelecimento; depois, antecipe quais são suas expectativas e preferências, suas experiências com concorrentes ou outros modelos de negócio, suas exigências básicas e seu ticket médio.

Pizzarias costumam receber um público abrangente e variado e são muito frequentadas por grupos de amigos e famílias. De qualquer maneira, isso não quer dizer que é impossível identificar sua marca com um determinado nicho. Essa sofisticação na identificação e branding pode ser um diferencial interessante para seu negócio. 

De acordo com suas pesquisas de público-alvo, poderá adaptar seu espaço e atendimento ao público jovem, por exemplo, investindo em aspectos como decoração, diferentes opções de cardápio e autoatendimento.

Se for mais propício, adapte seu negócio ao público familiar, oferecendo serviços como menu kids, um espaço agradável para crianças e pais, atendimento mais completo… Tudo dependerá de suas pesquisas e planejamento. 

Nesse processo, estude e explore os pontos fracos da concorrência. Isso envolverá uma pesquisa de mercado, e o post  “Mercado da Pizza – saiba tudo para ter um negócio de sucesso!” pode te ajudar muito na missão. Lembre-se: sempre há uma parcela pouco explorada da clientela. Aproveite-a e se destaque!

Saiba onde abrir

A localização de uma pizzaria é uma das decisões mais relevantes para o sucesso do estabelecimento. Pode afetar o faturamento e alterar suas concepções sobre o público-alvo. E você já deve ter notado: durante o planejamento de um negócio como este, todos esses passos se interseccionam.

Algumas características são sempre preferíveis, como as localizações bem povoadas e de fácil circulação. Pizzarias performam bem tanto em bairros comerciais quanto residenciais. Ambos, no entanto, devem ser repletos de pessoas. 

Se decidiu por abrir uma pizzaria delivery, escolha localidades com muitas residências no mesmo espaço. Regiões próximas a condomínios prediais são grandes opções. Dessa maneira, poderá entregar mais pedidos com menos esforço de transporte. 

Sobre os tipos de estabelecimento, leia mais a seguir:

Defina o foco do seu empreendimento

Pizzarias não são todas iguais! De acordo com informações preciosos como as características do local do empreendimento e seu público-alvo, defina o formato em que seu negócio atuará. Sua estrutura física e equipe deverão ser compatíveis com o foco escolhido. 

Existem quatro formatos tradicionais em pizzarias:

  • À la carte: é o modelo mais tradicional de negócio, geralmente aliado a outros serviços. Exige uma estrutura completa, com equipe especializada e fornecedores pontuais.  
  • Delivery: entrega de pizzas em domicílio, com praticidade e rapidez. Significa economia em estrutura de recepção, com investimentos em equipe de entrega. É uma ótima opção para regiões residenciais e recebe grande demanda.
  • Fast food: pizzas em fatias para consumo rápido, individual. Um formato muito funcional para pizzarias com público jovem.
  • Rodízio: oferece pizzas em diversos sabores em todo o salão. É um modelo um tanto dispendioso e exige uma ampla equipe. No entanto, é muito apreciado por muitos frequentadores de pizzaria e pode ser um grande diferencial.   

Cuidado com a documentação

Para iniciar qualquer negócio alimentício, alguns procedimentos legais são requeridos. Fique atento à lista de documentos necessários, para não se perder:

  • Licença de funcionamento da Prefeitura
  • Certificado de Responsável Técnico
  • Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB)
  • Cadastro Municipal de Vigilância em Saúde (CMVS)
  • Programa de Controle Médico e Saúde Ocupacional (PCMSO)
  • Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA)
  • Atestados de Saúde Ocupacional (ASO)

Faça um plano de negócio

O sucesso de uma pizzaria depende essencialmente de uma boa organização e gerenciamento. Para que haja clareza na tomada de decisões, estabeleça um plano de negócio completo desde o início

Para isso, deverá saber aonde deseja chegar e quais ações são necessárias para a realização das metas.

Elenque os gastos previstos, como aluguel, energia, folha de pagamento, fornecedores e gás. Os números podem variar, mas é fundamental que o planejamento seja o mais preciso possível.    

Monte sua equipe

As pessoas envolvidas são a alma de qualquer negócio! Para que sua pizzaria cresça e ofereça sempre o melhor serviço, certifique-se de que sua equipe seja completa, capacitada, bem organizada e bem gerida.

É essencial que o pizzaiolo seja experiente. Ele comandará a equipe de cozinha e garantirá a qualidade das pizzas, bem como a velocidade na produção. 

Estabeleça com os integrantes uma organização e hierarquização da equipe. Assim, todos os processos possuirão um responsável imediato.  

Escolha os equipamentos corretos

Sem uma cozinha bem equipada, a equipe especializada não poderá desenvolver suas potencialidades. Um elemento depende do outro. 

Equipar bem uma cozinha para pizzaria exige, fundamentalmente, três aspectos: praticidade, limpeza e segurança.

Para otimizar recursos – ponto importante no início de seu empreendimento – concentre os investimentos em alguns equipamentos cruciais, sem os quais é impossível entregar com qualidade.

O forno de pizza deve ser potente e confiável, correspondendo ao tipo de preparo que deseja realizar. A melhor opção pode não ser, necessariamente, um forno à lenha: existem opções elétricas de performance muito semelhante que ainda permitem maior rapidez e regulagem mais sutil da temperatura 

De maneira semelhante, se deseja produzir em larga escala, vale a pena automatizar parte do trabalho com as massas; um cilindro abridor de massas pode ser uma aquisição importante para agilizar processos.  

Outros equipamentos sem os quais é impossível começar com eficiência:

  • Mesa de granito
  • Freezer
  • Processadores de alimentos
  • Fogão industrial
  • Exaustores

Quer ler um texto completinho sobre a equipagem de uma cozinha industrial para seu estabelecimento, confira nosso post “Veja quais são os principais equipamentos para pizzaria” e não deixe faltar nada!

E aí, conseguiu organizar melhor as ideias para seu novo negócio? Na realidade, é impossível indicar fórmulas exatas, e cada empreendimento exigirá adaptações específicas que só serão identificadas no dia a dia de trabalho. Encontrar as dinâmicas ideais de acordo com as vivências é parte da construção de qualquer negócio! 

Conte suas experiências pra gente! Vamos adorar ler e responder seus comentários.

Até a próxima, empreendedor!

Powered by Rock Convert