Adega climatizada: o que é, como funciona e as vantagens

Sabia que existem registros que mencionam que os primeiros vinhos foram criados em épocas anteriores a Cristo? Desde muito cedo eles já sabiam o que é bom, não é mesmo?

É por essa razão que temos em nossa mente que o vinho bom é aquele que está armazenado há anos, então consequentemente criamos a imagem de algo mais rústico. Essa visão se estende às adegas: costumamos imaginá-las como sótãos medievais.

Entretanto, esse conceito está cada vez mais viável, pois atualmente as adegas climatizadas estão ganhando bastante espaço em residências, restaurantes/bares e diversos outros lugares que reúnem adoradores do líquido divino.

Conheça mais sobre esses equipamentos e entenda se vale a pena investir para o seu estabelecimento!

Qual é a utilidade das adegas climatizadas?

Se uma adega normal é uma ótima opção, já imaginou o que uma climatizada pode oferecer? Pois é, muito mais qualidade.

Confira os benefícios que estão atrelados ao equipamento responsável pelo armazenamento e climatização dos vinhos dos mais variados tipos.

1. Conserva vinhos na temperatura ideal

Como falar das vantagens de um climatizador sem mencionar as condições de armazenamento? É impossível. O principal benefício de uma adega climatizada é ter um vinho sempre na temperatura ideal.

A premissa do equipamento é conservar a bebida em perfeitas condições, assegurando a máxima qualidade na hora de desfrutar de uma boa taça.

Se você é amante de um tipo específico de vinho, a adega climatizada te servirá perfeitamente.

Afinal, será possível armazenar o seu tipo preferido com os requisitos certos, pois cada modelo possui temperaturas diferentes de armazenagem. Por exemplo:

  • Espumantes: devem ser conservados entre 4ºC e 10ºC.
  • Vinho branco: devem ser conservados entre 6ºC e 12ºC.
  • Vinho tinto leve: devem ser conservados entre 12ºC e 15ºC.
  • Vinho tinto encorpado: devem ser conservados entre 16ºC e 18ºC.

Dessa forma, se você gosta de aproveitar somente um tipo de vinho, a adega climatizada pode mudar a sua vida. Já pensou em poder abrir uma garrafa na temperatura certa a qualquer momento?!

2. Armazena na posição certa

Você sabia que os vinhos devem ser armazenados em uma posição específica? É verdade. A posição ideal dependerá do tipo de bebida.

Os vinhos que possuem rosca devem ser mantidos em pé, assim como os espumantes. Já as garrafas vedadas com rolha de cortiça devem ser alocadas deitadas.

Isso porque a posição do vinho pode impactar diretamente na qualidade da bebida.

Mantê-las deitadas possibilita o contato da bebida com a rolha, evitando o ressecamento da tampa e consequentemente impedindo a entrada de oxigênio na garrafa – diminuindo as chances do líquido azedar ou até mesmo estragar.

3. Protege as garrafas da luminosidade

Outra vantagem das adegas climatizadas é a proteção contra a luz. Os vinhos são sensíveis à luminosidade e é por essa razão que as garrafas são escuras e elaboradas com propriedades que dificultam a absorção da claridade.

Lembra que mencionamos que várias pessoas imaginam as adegas como porões escuros? Agora tudo faz sentido, os vinhos não gostam de brilho.

A luminosidade pode influenciar em características únicas do vinho, como a cor e o sabor da bebida. Então, esconda-os dos raios de luz.

4. Não balança os vinhos

Não é só a luz que pode alterar as propriedades da bebida. As vibrações também podem arruinar a sua taça.

Algumas reações químicas, causadas devido às agitações, podem comprometer a qualidade do líquido, envelhecendo o vinho mais rapidamente e reduzindo a qualidade do líquido.

Assim, as adegas climatizadas marcam mais um ponto no quesito qualidade. Elas não trepidam – mesmo com a ação interna do equipamento, as garrafas são mantidas completamente estáveis.

Dessa forma, na hora que você sacar a rolha, o aroma e o gosto estarão intactos.

Drinks centralizados e adega climatizada desfocada ao fundo da foto

Caso queira armazenar grandes quantidades de vinhos ou outras bebidas, aposte nas cervejeiras.

Como a adega climatizada funciona?

Elas funcionam de maneira semelhante a uma geladeira, mas em proporções muito menores. Para as adegas, especificamente, é possível encontrar dois sistemas de refrigeração: as termoelétricas e as de sistema de compressão.

A primeira utiliza uma placa de cerâmica para absorver a temperatura e expeli-la logo em sequência. Assim, as temperaturas são mantidas no grau ideal.

As termoelétricas são recomendadas para ambientes que não sofrem com climas mais altos, já que pode ser difícil para o equipamento atingir a temperatura interna quando a externa está sempre mais elevada.

Já o segundo sistema, independente do calor externo, conseguirá refrigerar, devido ao seu método de compressão que absorve o calor externo e resfria em seu interior.

Assim, é recomendado para as pessoas que vivem em cidades mais quentes, pois a adega funciona muito bem independentemente do clima.

Já que mencionamos os métodos de refrigeração, você pode conferir quais são os melhores tipos de geladeira indicadas para restaurante!

Como escolher uma adega climatizada?

Para escolher o equipamento que vai armazenar seus amados vinhos, é fundamental pensar em quantidade e qualidade.

Por exemplo, se você gosta de comprar diversas garrafas, é imprescindível adquirir um produto que comporta todos – ou boa parte – dos seus artigos, não é mesmo?

Normalmente, as adegas climatizadas são elaboradas em diversos modelos que podem suportar 12 ou até mesmo 48 garrafas de uma só vez, mantendo a temperatura e as propriedades de todas elas.

Para a qualidade, é fundamental considerar os benefícios que mencionamos. Veja se o equipamento garante eficiência em quesitos como temperatura, armazenamento, proteção e estabilidade e a sua escolha está praticamente definida!

Foto de barris de vinho em uma adega climatizada

Gostou deste tema? Então você precisa conferir o “Top 5 motivos para ter uma cervejeira em casa“! Com certeza, você vai adorar saber mais sobre o assunto.

Deixe um comentário