A higiene do supermercado é um fator que, sem dúvida, interfere no sucesso do negócio. Pelo fato de esse tipo de estabelecimento lidar com grande número de gêneros alimentícios, é normal o consumidor esperar um ambiente limpo e organizado quando vai fazer compras.

Se, em vez disso, o cliente encontra um local sujo e bagunçado, a tendência é de que passe a ter uma imagem negativa do comércio e, o pior, comece a espalhar a informação para mais pessoas. Já imaginou o estrago disso em tempos de redes sociais cada vez mais ágeis?

Para evitar que tal situação ocorra no seu negócio, veja a seguir várias dicas para deixar o seu supermercado higienizado e com um ambiente sempre agradável para a clientela!

Terceirizar o serviço

Conforme o porte do seu estabelecimento, nem sempre é possível acompanhar de perto uma atividade meio, como é o caso da limpeza. Afinal, você tem que cuidar das compras, da organização do estoque, das promoções, da logística de entrega, da parte financeira etc.

Por esses motivos, pode ser vantajoso apostar na terceirização do serviço de limpeza, para reduzir custos e ganhar mais agilidade nas tarefas. Ainda assim, é importante checar se a empresa contratada tem know-how para atuar no ramo de supermercado, o que requer cuidado especial por parte dos colaboradores, devido à possibilidade de contaminação de alimentos.

Desse modo, é necessário contar com o apoio de profissionais aptos a realizar as tarefas próprias do dia a dia de um supermercado, além de serem cordiais com os clientes. Para tanto, eventuais trabalhadores terceirizados devem passar por um treinamento prévio no supermercado, para que saibam lidar com determinadas situações do cotidiano, como responder a dúvidas dos clientes nos corredores.

Como você bem deve saber, é comum os consumidores se dirigirem aos funcionários do supermercado para fazer perguntas. Assim, os terceirizados devem estar por dentro do que ocorre na loja, para que o atendimento não fique prejudicado.

Usar produtos biodegradáveis

A manutenção da higiene do supermercado requer um trabalho intenso e frequente, geralmente com o uso de componentes químicos para remover a sujeira pesada. Por causa disso, é indispensável que o gestor se preocupe com a destinação correta dos resíduos originados no processo de limpeza do estabelecimento, para cumprir as normas ambientais.

Nesse sentido, é ainda recomendável o uso de produtos biodegradáveis, para que eles sejam decompostos por micro-organismos e possam voltar à natureza mais tarde.

Além disso, o supermercado deve pensar na economia de água durante a higienização, por exemplo, por meio de captação e armazenamento da chuva que cai sobre o próprio estabelecimento. Com essa água, é possível lavar áreas externas e dar descarga nos banheiros, por exemplo.

Manter uma rotina de organização

Deixar um supermercado limpo e organizado demanda uma rotina bem estruturada, para garantir que cada departamento esteja apto a receber os clientes com a qualidade que eles esperam.

Nesse sentido, a gestão deve cuidar para estabelecer procedimentos bem detalhados e não dar margem a dúvidas por parte dos funcionários. Por exemplo, a área de frutas e verduras, bem como o açougue, requer limpeza frequente e especializada. Logo, é necessário haver horários próprios para esse tipo de serviço, já previamente marcados numa espécie de agenda.

Conforme o porte do estabelecimento, é possível fazer um rodízio de limpeza dita mais “pesada” com uma mais “leve”. No primeiro caso, pode-se aproveitar horários de menos movimento ou antes da abertura da loja. Já no segundo, a manutenção pode ser feita durante o funcionamento do supermercado.

Também é preciso haver uma equipe de manutenção para limpeza emergencial, como secar eventual líquido derramado nos corredores ou deixar a entrada sem sujeira em dias de chuva.

Zelar pelas áreas externas e de armazenamento

A higiene do supermercado não deve abranger apenas o espaço dos caixas e das prateleiras, mas também compreender o local onde é armazenado o estoque, bem como as áreas externas, como estacionamentos.

No caso do depósito, a limpeza e a organização são essenciais para a conservação adequada dos produtos. Nesse sentido, é necessário que haja um afastamento mínimo dos paletes em relação ao chão, para evitar umidade e eventual aparecimento de animais.

Na parte externa do supermercado, é necessário limpar os pátios e as áreas de circulação até as entradas do estabelecimento. A propósito, pode ser interessante colocar lixeiras nesses espaços, para evitar que as pessoas joguem embalagens no chão, devido ao consumo de produtos logo após a saída do estabelecimento.

Organizar corredores, gôndolas e pisos

Os corredores, possivelmente, são áreas do supermercado onde há mais movimento de pessoas. Por isso mesmo, eles devem estar sempre bem limpos e organizados. Para tanto, é necessário fazer cuidados preventivos, como a higiene antes da abertura da loja, bem como o monitoramento da situação durante todo o dia.

Nesse caso específico, a limpeza deve estar coordenada com o trabalho de reposição de mercadorias, para evitar muita gente nos corredores e não atrapalhar os clientes. Além disso, os próprios repositores devem ser treinados para prevenir a formação de sujeira nas prateleiras e em volta delas.

Já em relação à limpeza dos pisos, não se pode esquecer a sinalização adequada quando eles estiverem molhados, para que não haja acidentes no interior da loja.

Ter cuidado especial com a manipulação de alimentos

Os funcionários do seu supermercado vão manusear produtos que as pessoas consumirão mais tarde. Logo, limpeza nesse caso é também sinônimo de saúde. Desse modo, é recomendável oferecer treinamento específico para a manipulação de alimentos, não só os da padaria e do açougue, mas os imperecíveis também, para que a movimentação de mercadorias seja feita da forma mais correta possível.

Com isso, evita-se estragar os produtos e causar danos aos clientes. Já imaginou a complicação causada devido à venda de um alimento não apropriado para consumo? Além de eventual processo judicial, esse tipo de situação mancha a imagem da empresa e afugenta clientes. Portanto, a higiene do supermercado deve ser colocada como prioridade na gestão do negócio.

Quer receber mais dicas como estas? Cadastre-se, então, na nossa newsletter e receba os próximos conteúdos diretamente no seu e-mail!

Powered by Rock Convert