A tecnologia e a inovação têm presença garantida em um mundo cada vez mais digital. As novidades surgem a todo o momento e viram tendências. No varejo não poderia ser diferente. De olho na experiência do consumidor, o supermercado do futuro promete agregar mais valor ao simples ato de ir às compras, além de oferecer um serviço cada vez mais personalizado e eficiente.

Algumas características dessa nova forma de comprar já existem em lojas fora do Brasil, outras estão chegando aos poucos aos supermercados nacionais. É fato que as redes que não acompanharem as mudanças ficarão defasadas diante de um negócio cada vez mais moderno e inovador.

O supermercado do futuro nada mais é que um novo sistema de compras desenvolvido com tecnologia de ponta para melhorar a experiência de compra do cliente, tornando-a mais ágil, eficiente, prazerosa e personalizada. E como o consumidor é cada vez mais exigente, certamente buscará, entre a concorrência, a loja que mais se destacar no mercado.

Quer saber mais sobre o supermercado do futuro e entender como suas compras vão ficar mais inteligentes e dinâmicas? Confira os tópicos que listamos abaixo:

Experiência do consumidor

O que o supermercado do futuro tem como prioridade é valorizar exatamente o que o consumidor tem de mais valioso: seu tempo. Por isso, a tecnologia e a Inteligência Artificial estão empenhadas no desenvolvimento de ferramentas que possibilitem que o cliente tenha uma experiência positiva e satisfatória sem que ele perca tempo.

Além de encontrar na loja todos os produtos que precisa, o consumidor poderá utilizar da inovação para localizar de maneira mais ágil os itens em sua lista de compras. Por meio de aplicativo, por exemplo, os produtos podem ser cadastrados e o consumidor direcionado pelos corredores para encontrá-los mais rapidamente.

Outra possibilidade é que o processo seja mais rápido mesmo antes de o cliente sair de casa. A própria lista de compras pode ser feita automaticamente, com base no que foi comprado na última visita ao supermercado, quanto tempo se passou desde então, entre outros fatores.

Tudo isso fará com que o consumidor resolva suas compras mais rapidamente e tenha mais tempo livre para focar em atividades de lazer, descanso ou programas com a família.

Atualmente, as pessoas vivem uma busca incessante por mais qualidade de vida e poder dedicar mais tempo aos momentos de prazer é muito importante e torna a experiência do consumidor mais agradável. Perceber que uma loja se preocupa com isso faz com que ela seja mais valorizada pelo cliente.

Tecnologia como aliada

A tecnologia se renova constantemente e, com isso, surgem novas possibilidades. Entre algumas delas, está o self-checkout. Já disponível em muitas cidades do mundo, porém ainda timidamente presente no Brasil, o self-checkout elimina a necessidade de funcionários atuando nos caixas de supermercado.

O próprio cliente é responsável por separar suas compras, passar os produtos na registradora e efetuar o pagamento via cartão de crédito ou débito.

A função permite mais agilidade, diminui as filas e estabelece uma relação de confiança entre supermercado e cliente. Também proporciona mais segurança tanto para consumidores, que não precisam manusear dinheiro, quando para os funcionários e donos dos estabelecimentos, já que o pagamento via cartão evita assaltos.

Já em outro nível tecnológico está a Amazon Go, loja desenvolvida pela gigante Amazon. No espaço, que vai funcionar na cidade de Seattle, nos Estados Unidos, o cliente pode entrar, pegar os itens desejados e sair da loja. Não há filas nem caixas e o pagamento não é feito no local.

Por meio de um aplicativo desenvolvido com base em algoritmos avançados, o consumidor avisa que está na loja, pega os produtos desejados e sai do estabelecimento. Ao ter em suas mãos os produtos, o aplicativo os reconhece e coloca em uma lista.

Ao deixar o local, tudo o que estiver na lista é computado e o valor total debitado do cliente de acordo com as informações financeiras inseridas no programa. A tecnologia para que esse sistema funcione já existe, o que é bastante animador, e evidencia que o supermercado do futuro não está tão longe assim. Já é uma realidade.

Compras virtuais

As compras feitas pela internet já são uma comuns em diversos estabelecimentos. Acessar o site do supermercado, selecionar itens, fazer o pagamento e receber tudo em casa fazem parte de um serviço já prestado.

Porém, o supermercado do futuro virá com uma nova funcionalidade: as compras virtuais. Por meio do QR Code, o consumidor poderá escanear os produtos que deseja nas prateleiras e receber, além de sugestões de diferentes itens relacionados, informações sobre a mercadoria em questão.

Ao escanear uma massa, por exemplo, o cliente pode receber detalhes nutricionais do produto, uma receita especial para fazer com ela e uma dica de bebida para acompanhar. Dessa maneira, o supermercado anuncia itens de forma personalizada, mostrando ao consumidor informações que são interessantes e úteis para ele naquele exato momento de compra, incentivando a aquisição daquele e dos demais produtos.

Ao terminar de selecionar todos os produtos desejados, o cliente tem valor total debitado no cartão e pode ir para casa, onde receberá todos os itens escolhidos e já embalados.

Apesar de, a princípio, essas novas tecnologias assustarem em razão do investimento necessário, é indicado pensar na questão em longo prazo. Reduzindo o número de funcionários, automatizando processos, dialogando diretamente com os consumidores, oferecendo um serviço personalizado e de qualidade e sugerindo produtos necessários para ele, certamente o lucro aumentará.

O supermercado do futuro é uma tendência e vai revolucionar os hábitos de consumo em todo mundo. Quanto a isso não há dúvidas. O importante para empresários do setor varejista é que eles estejam sempre atentos às mudanças, abertos às novas possibilidades e interessados em fornecer um serviço cada vez mais completo ao consumidor. Dessa forma, vão se destacar no mercado.

É necessário manter em mente, entretanto, que as mudanças são graduais, assim como o surgimento de novas tecnologias. O investimento deve existir e ser constante, porém, feito com base em estudos, previsões de crescimento e metas a serem atingidas.

Gostou do texto? Quer receber mais informações atualizadas sobre o varejo com dicas e estratégias para alavancar seu negócio? Assine nossa newsletter e receba informações de qualidade!

Powered by Rock Convert