Vale a pena investir no mercado de sorvetes no Brasil? Saiba mais!

Os sorvetes são uma verdadeira paixão nacional. Do Norte ao Sul do país, a população brasileira cultiva o hábito de aproveitar essa iguaria no verão e até mesmo durante o inverno.

Por isso, enxergar esse mercado como uma possibilidade de negócio pode gerar uma série de expectativas de bons resultados. Podemos afirmar que, mesmo em cenários de crises e recessões financeiras, as sorveterias tendem a ter um fluxo de pessoas fidelizado.

Afinal, no geral, o setor alimentício é popularmente reconhecido como uma das últimas áreas a sentirem os impactos de quedas comerciais. Considerando esse fato, mercado de sorvetes não é uma exceção à regra.

Um produto irresistível: aprenda a aproveitá-lo da melhor maneira!

Como se trata de uma sobremesa que agrada aos mais diversos paladares, os sorvetes são capazes de conquistar públicos de todas as idades, gêneros e classes sociais. Além disso, os equipamentos necessários para a produção de sorvete facilitam o início de um negócio.

Sendo assim, os países com climas tropicais enxergam o mercado de sorvetes como uma área que a cada dia se torna mais atrativa. No entanto, para ingressar nesse mercado é preciso aproveitá-lo ao máximo!

O Brasil ainda não está listado entre os países que mais consomem o produto no mundo, porém, já figura entre o grupo dos cinco maiores consumidores de sorvetes no mundo e a tendência é que essa presença continue crescendo.

Selecionamos alguns dados e dicas importantes para que você tenha os melhores resultados possíveis nessa área, olha só: 

Observe os dados dos anos anteriores

De acordo com a Associação Brasileira das Indústrias de Sorvetes, o ano de 2019 previa um aumento de aproximadamente 5% na movimentação do setor. Esses números nos levaram a um faturamento que ultrapassou os R$13 bilhões anuais.

Atualmente, estima-se a existência de cerca de 10 mil empresas diretamente relacionadas ao setor de sorvetes e gelatos, gerando em média 200 mil empregos indiretos. Entre as empresas da área, aproximadamente 92% são consideradas micro e pequenas empresas.

Esses dados nos mostram que a área é promissora e promete lucros evidentes. No entanto, também nos apresenta uma outra faceta do mercado: a concorrência acirrada.

Estude seus concorrentes, esteja a frente no mercado!

Por se tratar de uma área lucrativa, o ramo dos sorvetes está sempre em expansão. Isso significa o surgimento de novos concorrentes frequentes. Esse fato leva o mercado a dois caminhos possíveis, são eles:

A necessidade de inovação e a segmentação. Não é preciso um estudo aprofundado do mercado para identificar os fatores que levam as sorveterias a estarem sempre criando novos sabores, novos formatos, produtos, promoções e investimentos.

Isso acontece devido à concorrência que cresce conforme a valorização da área. É preciso inovar, sempre! Não apenas com relação a sabores e textura, mas também em atendimento ao público, ambiente e até decoração.

Além disso, também é preciso entender a segmentação do mercado. Ainda de acordo com a ABIS, os produtos mais vendidos por sorveterias no Brasil são: massas industrializadas, gelato italiano e picolés.

O mais comum é que as empresas de sorvetes sejam especializadas em um segmento específico, mas que trabalhem gradualmente em todas. Para entender mais sobre isso, leia nosso post sobre os principais sabores de sorvetes.

Aposte nas regiões corretas: nem sempre o calor é o único fator importante!

O verão pede muitas coisas interessantes. Pede água, mar, refrescância e muito sorvete. Esse é um fator que muitas vezes nos leva a crer que qualquer região do país comporta muito bem uma sorveteria, já que temos um território majoritariamente quente.

No entanto, a ABIS disponibiliza gráficos que comprovam que o consumo de sorvetes no Sudeste brasileiro corresponde a mais de 50% da indústria nacional, enquanto o Nordeste beira os 5%!

Isso demonstra as probabilidades de crescimento em cada região. Porém, escolher o lugar certo é um assunto ainda mais específico, já que com o estado e cidade devidamente escolhidos, é momento de escolher o ponto do comércio, um dos aspectos mais importantes nessa estratégia!

Para fazer um bom negócio, opte sempre por lugares com alto tráfego de pessoas, como shoppings e galerias. Evite regiões extremamente industriais, já que o foco do negócio é atingir todas as classes possíveis.

Invista drasticamente em qualidade

O estudo de concorrentes, o ponto do comércio, a região do país…Todos esses fatores são altamente importantes. Bem como ter um bom método de gestão administrativa, no entanto, essas medidas podem não ser suficientes caso sua qualidade não corresponda à expectativa do seu público.

Investir em qualidade implica em conhecer muito bem as particularidades do seu público, ter um plano de ações que supra as preferências desse consumidor. Planejamentos são necessários para garantir que tudo saia como o esperado.

É importante não considerar apenas os pontos positivos nesse processo de planejamento. Faço o contrário disso. Pense em todos os fatores variáveis, organize muito bem cada passo, pois cada um deles refletirá na qualidade do produto que você entrega.

Afinal, o mercado de sorvetes não gira apenas em torno de sabores, mas também de aspectos ligados à experiência que o consumidor tem em sua loja. Vale a pena ressaltar, porém, que a qualidade do sorvete deve sim ser o ponto chave da sua estratégia.

E então, esse post foi útil? Para receber atualizações sobre esse assunto, continue acompanhando nosso blog.

Deixe um comentário