Treinamento para garçons: veja como preparar uma boa equipe

Para um cliente, ter um bom atendimento, é algo muito importante e para que isso aconteça é primordial oferecer treinamento para garçons. Ter uma equipe bem preparada e cordial é fundamental para o seu negócio. O atendimento dos garçons é o cartão de visitas de um estabelecimento, esse é um dos principais pontos que tornam a experiência do cliente inesquecível, para o bem ou para o mal.

Muitas pessoas dizem que por mais que um restaurante tenha uma comida maravilhosa, se são mal atendidas, dificilmente voltam ao local. Ou seja, o despreparo no atendimento por parte dos garçons pode impactar consideravelmente nas vendas e lucros de um restaurante.

Ser garçom vai além de anotar e servir pedidos, o garçom é a ponte entre o consumidor e o estabelecimento, por isso, ele deve ser cordial e educado com os clientes, ser paciente e proativo. 

Além disso, ele deve estar sempre disposto a atender e tirar todas as dúvidas do consumidor em relação ao cardápio, forma de pagamento ou sobre o restaurante, prezando pelo bom atendimento e satisfação.

Profissão garçom: a origem

Garçom é uma palavra de origem francesa e é como são chamados os garotos e rapazes na região. Na França, muitos desses jovens rapazes trabalham em restaurantes e, por isso, “garçom” deixou de ser apenas uma palavra para se tornar uma profissão.

De acordo com o dicionário da língua portuguesa, o termo garçom significa “funcionário de estabelecimento de restauração ou hotelaria que serve os clientes nas mesas ou balcão”.

O ato de servir é algo secular, já que desde 1700 as tabernas já atendiam e serviam comidas e bebidas aos forasteiros, no entanto, a profissão do garçom só ganhou reconhecimento nos tempos modernos com o aumento da urbanização e criação de estabelecimentos como restaurantes, bares, lanchonetes e outros segmentos da área.

Por conta da valorização da profissão, o mercado passou a exigir a capacitação desse profissional para que ele pudesse cada vez mais oferecer um serviço de qualidade. Falando em capacitação, os garçons podem se especializar em um determinado serviço e tornar-se também sommeliers, barmans, maitre e até mesmo chef de cozinha.

A profissão permite que o profissional trabalhe não só em restaurantes e bares como também em eventos dos mais variados tipos, como casamentos, confraternizações, aniversários, eventos corporativos e muito mais! 

Um bom garçom precisa ter algumas características para oferecer um trabalho de excelência. Veja algumas:

  • Responsabilidade;
  • Simpatia;
  • Organização;
  • Atenção;
  • Pró-atividade;
  • Agilidade;
  • Flexibilidade;
  • Paciência;
  • Disponibilidade;
  • Raciocínio rápido;
  • Capacidade de observação.

garçom montando a mesa

Competências de um garçom

Com o maior reconhecimento e profissionalização do trabalho de garçom, além da grande demanda no mercado de trabalho, esses profissionais passaram a fazer muito mais do que só anotar a servir pedidos. Essa profissão requer também outras competências e atribuições, como:

  • Preparo de bebidas ou repasse do pedido ao bartender;

  • Anotar e encaminhar os pedidos à cozinha de forma ordenada;
  • Reposição de talheres, copos e pratos;
  • Recolher as louças usadas das mesas;
  • Limpeza e organização das mesas e do ambiente;
  • Em caso de restaurantes com serviço de buffet, cuidar da praça;
  • Fechar e levar a conta ao cliente;
  • Estar sempre pronto para atender ou tirar dúvidas dos clientes.

Treinamento de garçons: dicas para montar uma boa equipe

O treinamento com a equipe pode ser feito de diversas formas, desde a contratação de um curso ou professor do ramo até mesmo dentro do próprio estabelecimento com encontros frequentes ministrados por você ou pelo gerente.

Caso opte por realizar o treinamento e reciclagem dos profissionais você mesmo, é muito importante elaborar uma cartilha com as principais dicas e exigências do estabelecimento. Inclua nas pautas questões relacionadas à limpeza, segurança, como lidar com determinados tipos de cliente e técnicas de venda.

Agora que você já sabe de fato quais as competências e perfil de um um bom garçom, veja algumas dicas que vão ajudar a melhorar o rendimento da sua equipe e consequentemente alavancar as suas vendas e lucros.

Postura

Quando se fala em postura dos garçons não é somente a postura física que é analisada. A postura do garçom tem relação direta com a forma como ele se porta ao realizar o seu trabalho e atender os clientes.

Durante o treinamento é muito importante falar sobre postura e a forma de se portar. Seus funcionários devem prestar o serviço com a coluna alinhada, de maneira elegante, amistosa e sem transparecer ou demonstrar tensão ao caminhar e segurar a bandeja.

É primordial que eles, quando não estiverem realizando atendimento, estejam sempre atentos ao ambiente e as mesas para que, assim, não percam nenhum pedido. Nesse momento, eles devem ficar com as mãos atrás das costas e nunca dentro dos bolsos ou de braços cruzados e também em hipótese alguma se escorar nos móveis. 

Todas essas dicas devem ser aliadas ao modelo do restaurante, alguns ambientes pedem mais formalidade e outros uma maior descontração. Adapte ao que mais se encaixa no perfil do seu estabelecimento!

Aparência e uniforme

Justamente pelos garçons serem o primeiro e talvez até mesmo o último contato do cliente com o estabelecimento é de extrema importância que eles passem uma boa impressão, afinal de contas, a primeira impressão é a que mais atrai.

Por isso é muito importante que eles estejam sempre com uma boa aparência, cabelo penteado e com o uniforme completo e sempre limpo. O uniforme é uma maneira de fazer com que os profissionais sejam rapidamente identificados, além de servir como um padrão. 

Vendedores do cardápio

Assim como os vendedores de loja que oferecem os produtos, os garçons em um restaurante podem ser considerados como vendedores do cardápio.

Nem sempre o cliente sabe o que pedir ou, em muitos casos, o consumidor nunca foi ao restaurante e não conhece o que é oferecido no cardápio, nesse momento é primordial que o garçom saiba exatamente como orientar o cliente na hora da escolha, oferecendo as melhores combinações de pratos e as recomendações da casa. 

Não faz ideia de como montar um cardápio? Criamos um post sobre informações que não podem faltar para um cardápio completo!

Para que o serviço seja prestado com maestria, o garçom precisa saber muito bem sobre aquilo que está no cardápio e, assim, ele poderá passar com propriedade o que a casa oferece. 

Os garçons também podem atuar como vendedores. Um bom exemplo disso é, se o cliente pediu um prato para o almoço, sugira também uma bebida para acompanhar e, após isso, uma sobremesa também. 

Dessa forma o cliente consumirá mais e o lucro também será maior!

garçom abrindo vinho

Gostou das dicas? Assim será muito mais fácil capacitar e reciclar a sua equipe. Agora é com você, aplique as dicas e faça com que eles estejam sempre motivados para realizar um trabalho de qualidade. 

Aproveite para ler também o nosso post de como montar um cardápio de bebidas e tenha um diferencial a mais em seu estabelecimento.

Deixe um comentário