O veganismo surgiu em 1944, mas só agora o estilo de vida está se tornando conhecido na sociedade — especialmente no Brasil. As pessoas estão mudando os hábitos alimentícios — essa mudança teve um aumento de 250% nos últimos 5 anos — por questões de saúde ou pela conscientização sobre os produtos derivados dos animais, que têm um impacto negativo no sistema ecológico.

Além da comida, existem diversos produtos como cosméticos e roupas veganas. Esses itens são comercializados e/ou fabricados por marcas que não realizam testes em animais.

Por questões culturais, a venda da carne ainda é muito forte no Brasil, mas as pessoas estão mais abertas a experimentar novos sabores, buscando outros meios mais saudáveis de se alimentar. Essa mudança está ocorrendo de forma geral, atingindo não só um indivíduo, mas toda a família.

Mudança de hábito

Se tornar vegano é uma boa oportunidade para aprender mais sobre os nutrientes dos alimentos, além de suas utilidades no organismo. Itens essenciais como vitaminas muitas vezes são encontradas em maior quantidade nas carnes, como é o caso da vitamina B12. Por isso é preciso entender sobre os alimentos no geral, de forma que seja possível substituí-los — quando necessário — sem deixar de ter uma alimentação balanceada.

Existem diferenças entre veganismo e vegetarianismo. Os veganos não consomem carne nem quaisquer produtos derivados dos animais — até mesmo bebidas como cervejas e vinhos. Já os vegetarianos não consomem carne — por questões de saúde ou religião —, mas continuam comendo produtos de origem animal.

A ideologia de ambos pode ser diferente, mas alguns propósitos são parecidos: ser contra a matança de animais e o impacto causado pela prática de comer carne.

Algumas pesquisas afirmam que o veganismo contribui para uma melhor qualidade de vida. Energia, pele saudável e aspecto físico mais jovem são alguns dos benefícios que certas dietas veganas prometem.

Alimentos favoritos dos veganos

Frutas, legumes, castanhas e grãos são os alimentos favoritos entre os veganos — alguns costumam ter seu próprio plantio, garantindo uma melhor qualidade dos produtos. Já a carne — incluindo peixe e frango —, o mel, os ovos, os laticínios e quaisquer outros produtos que são de origem animal são os alimentos que os veganos não consomem.

As refeições sem carne surpreendem muitas pessoas que ainda não estão familiarizadas com a culinária vegana. Nessas horas é preciso colocar a criatividade em jogo! Não há limites para os pratos veganos, muito pelo contrário: existem diversas possibilidades incluindo entrada, prato principal, sobremesas e até petiscos.

O crescimento nas vendas

Com os novos hábitos, o mercado vegano está crescendo cada vez mais. Alguns estabelecimentos estão se atualizando e acrescentando pratos de comidas veganas no menu. Pode acontecer do restaurante apenas atualizar alguns pratos da casa, substituindo a carne por soja, por exemplo.

Restaurantes exclusivos direcionados ao veganismo também estão sendo inaugurados, mas ainda não é o suficiente. A demanda por comidas veganas nas ruas ou por delivery é maior do que a oferta. As pessoas que decidiram seguir esse modo de vida precisam se sentir mais confortáveis ao escolherem o que querem comer.

Ocasionalmente, não comer carne e ter uma vida sociável ativa pode ser complicado. Sair com amigos e manter o “espírito vegano” ou até mesmo seguir uma simples dieta pode se tornar um desafio, uma vez que não é qualquer lugar que oferece os produtos específicos.

A dúvida pelo preço cobrado nos alimentos também tem preocupado. Produzir um hambúrguer em uma rede de fast food, por exemplo, é consideravelmente mais barato do que um hambúrguer vegano devido aos ingredientes utilizados. Assim, o produto final acaba tendo um valor maior.

Momento certo para apostar no veganismo

Acredita-se que esse é o momento oportuno para investir no mercado de comidas veganas e serviços. Para quem não é do ramo e quer abrir um novo negócio, é possível inspirar-se em diversas opções já disponíveis. Açougues, bares, food trucks e lanchonetes são as mais promissoras para quem não consome carne e também para os que desejam investir no ramo. A procura é grande e os lucros só tendem a crescer!

Inovações são sempre o ponto principal de quem deseja incrementar a renda ou iniciar uma carreira empreendedora de sucesso. Por isso, pense nas lacunas do mercado e o que você pode oferecer de melhor para atender às necessidades dos consumidores. Se você já tem uma empresa, invista na melhoria dos produtos.

A qualidade é e sempre foi o item mais importante na fidelização de clientes. Para que você passe confiança aos clientes — e até mesmo sinta-se confiante nos produtos comercializados no seu restaurante —, existe um selo de qualidade que certifica que os produtos veganos são autênticos. O selo garante que os produtos são livres de ingredientes de origem animal e cruelty free (não testados em animais). Essa é uma medida simples, mas que pode garantir mais conforto aos seus clientes.

Busque o auxílio de profissionais da área, que podem lhe oferecer novos cardápios, produtos diferentes ou métodos para alcançar mais clientes. A pesquisa por meio da concorrência também pode ser saudável, a partir do momento em que você consiga colocar o foco dos consumidores em algo para melhorar a sua empresa.

Faça um planejamento estratégico e invista nos seus objetivos. Outra questão importante: não se pode apostar no mercado se não houver uma base e capital de giro. Por mais que o setor esteja favorável ao crescimento, o empreendedorismo é sempre arriscado.

O diferencial dessa nova fase dos consumidores é que o crescimento está acontecendo de maneira orgânica, quer dizer, a sociedade é que está se manifestando e procurando viver de maneira mais saudável. Ainda não é comum encontrar publicidade — TV, revistas, jornais etc. — com temas do segmento. Por mais que a sociedade esteja falando sobre o assunto, ainda falta um “empurrão” da mídia, mas é importante que as pessoas continuem buscando por esses produtos no mercado.

Conseguiu entender a importância de investir em comidas veganas no seu restaurante? Então compartilhe este post nas redes sociais para que outras pessoas fiquem por dentro do assunto!

Powered by Rock Convert