Quando se tem um estabelecimento alimentício que prepara pratos para servir, é importante pensar em tudo, desde a documentação até sua montagem. Por isso é comum surgirem dúvidas quanto à organização no layout da cozinha industrial, isso porque muitas questões precisam ser pensadas para que tudo fique de um jeito que otimize o serviço e que ofereça segurança.

Manter tudo em lugares estratégicos facilita muito a vida da sua equipe, facilitando o trabalhos e impedindo que acidentes de trabalho aconteçam. É por isso que o blog da Castellmaq preparou dicas infalíveis para montar um bom layout e alguns exemplos desse. 

Se você é dono de um restaurante, padaria, lanchonetes ou bares, definitivamente, não pode deixar de acompanhar a leitura de hoje. Vamos lá!

Montando um bom layout de cozinha industrial: pontos principais

Normalmente, as cozinhas industriais estão presentes em estabelecimentos comerciais alimentícios, pois esses necessitam de boa mão-de-obra, equipamentos específicos e um espaço que permita que os funcionários trabalhem com desenvoltura e segurança.

Além de propiciar esse conforto, elas precisam ser montadas da maneira certa para evitar prejuízos financeiros ao dono, afinal pode acontecer um acidente ou algum equipamento vir a falhar por estar no local incorreto e tudo isso demanda bastante dinheiro.

Por isso, alguns pontos precisam marcar presença na hora de montar o projeto que vai organizar a cozinha, tais como:

  • segurança;
  • estrutura adequada;
  • design versátil;
  • organização estratégica de equipamentos.

cozinha industrial organizada

E por que pensar em tudo conforme a lista apresentada? Tudo isso é necessário para que o trabalho seja mais prático, além de evitar os gastos desnecessários já citados. Entenda melhor sobre cada dica:

Cozinha industrial segura

A segurança é essencial tanto para os colaboradores quanto para as pessoas que vão frequentar o seu restaurante ou qualquer que seja o estabelecimento. Para isso, os regulamentos de segurança definidos pelos órgãos atuantes e referência na área precisam ser seguidos.

Afinal, você não gostaria que seu estabelecimento fosse multado por não seguir as regras, não é? Além das dores de cabeça que poderiam surgir caso algum alimento ou ingrediente não fosse constantemente verificado, tornando a comida imprópria. Regras existem para facilitar os trabalhos e deixar tudo nos conformes.

Estrutura adequada para uma cozinha industrial

O segundo ponto é que a estrutura adequada, além de fornecer comodidade, tornará o trabalho de cozer, cortar, entre outras coisas, muito mais fácil. Assim, o tempo de trabalho se otimiza e não há dores de cabeça quanto aos aspectos organizacionais.

Além disso, pensar em estrutura também significa segmentar o espaço em zonas para que cada coisa seja feita em apenas um local, como espaços para fritar, para corte de alimentos, para limpeza, para cozer, entre outros. 

Essa estruturação ficará muito mais fácil para questões de higienização também, visto que, com tudo organizado, realizar a limpeza dos maquinários será mais rápido. Para limpar o fogão, por exemplo, é preciso de um espaço adequado, já que nem sempre é uma tarefa fácil. Mesmo caindo no chão algumas sujeiras, é imprescindível uma praticidade para passar um pano ou lavá-lo sem comprometer o preparo dos alimentos. 

Quer saber mais sobre como limpar um fogão industrial da maneira certa? Temos um conteúdo completo aqui, não deixe de conferir!

Cozinha industrial com design flexível

Agora, considerando o design, é importante que ele seja prático, ou seja, fácil de mexer. Com essa versatilidade, será muito mais fácil mudar itens de lugar, caso haja necessidade, o que provavelmente acontecerá, visto que cozinhas mudam o tempo todo.

Mudanças no cardápio, reestruturação de funcionários, compra de novos equipamentos, tudo isso pode interferir no modo como o ambiente é organizado. Por isso, manter tudo prático de mover será muito vantajoso caso haja necessidade de mexer no layout.

Equipamentos da cozinha posicionados corretamente

Por último, mas não menos importante, manter equipamentos do restaurante em uma posição correta. Realizando a segmentação por zonas, esse passo se torna muito simples porque você saberá exatamente onde deve ir cada máquina ou utensílio.

Questões de consumo energético devem ser consideradas. Por exemplo, equipamentos refrigerados não devem ficar perto de máquinas que oferecem calor, como fogões, fritadeiras e outros. Se não tiver esse cuidado, o maquinário de baixa temperatura exigirá maior consumo elétrico, o que interferirá diretamente na conta de energia elétrica no final do mês.

cozinha industrial

Exemplos de layout para cozinha industrial

Há alguns modelos de layout que são bem tradicionais para esses espaços, o que facilita na hora de pensar em um para o seu estabelecimento. A escolha do mais prático se dará conforme as necessidades do seu negócio para facilitar toda a desenvoltura da preparação dos pratos. Assim, os mais comuns são:

Layout de cozinha por zona

Nesse modo, os equipamentos e utensílios são organizados por linhas nas paredes conforme sua zona. Aqui, é imprescindível que todos os passos anteriores estejam em harmonia para que o trabalho seja realizado sem muitos problemas.

Entretanto, ao se falar em um restaurante, esse modelo é um pouco diferente do que em uma indústria. Por exemplo, os estabelecimentos como restaurantes exigem, em sua cozinha, muitas estações de trabalho, como para limpeza, lavagem, armazenamento etc., e cada uma dessas zonas exige um certo design por causa das tarefas.

Em cozinhas mais apertadas, essa organização é a ideal porque organiza a equipe, pois mantém cada funcionário em seu respectivo espaço, não atrapalhando os outros para realizar suas tarefas e diminui os riscos de colisão.

Layout por ilha

Seguindo a estrutura desse modo, todos os maquinários essenciais para o funcionamento de uma cozinha devem se localizar no centro do ambiente, como grelhas, fritadeiras, fogões e fornos, entre outros. E as outras peças são distribuídas circundando o local. 

Mas é importante frisar que os equipamentos não devem ser colocados de qualquer forma, aqui também precisa seguir uma linha de produção para otimizar o trabalho. 

Há muitas vantagens em manter o layout desse tipo, porque é aberto e facilita a comunicação, assim como oferece um fluxo de tarefas muito mais eficiente e rápido. Além disso, também é deixa o ambiente mais simples de limpar por causa das passagens mais abertas.

Layout por linha de montagem

Esse modo de cozinha é bem comum em estabelecimentos que atendem muitas pessoas em um espaço de tempo pequeno, como os fast-foods mais conhecidos, por terem um cardápio mais limitado. Mas isso não quer dizer que não pode ser empregado em outros estabelecimentos, só não é tão utilizado. 

Aqui, como uma fábrica, tudo é distribuído seguindo uma linha de montagem, ou seja, funcionários fazem sua etapa de preparação e já passam para a próxima com eficiência. Para cozinhar, tudo está em uma extremidade, e os serviços em outra.

É indicado que setores como recepção, armazenamento e limpeza fiquem afastados por questões higiênicas e para otimizar o trabalho. 

Então, o que achou dos layouts de cozinha industrial para restaurantes? É claro que podem ser utilizadas em outros estabelecimentos para deixar tudo bem organizado e facilitar o serviço.

Para saber mais dicas de cozinha, equipamentos e muito mais, acompanhe nosso blog semanalmente! Até a próxima!

banner equipamentos castellmaq