Fotografia de alimentos: deixe seus pratos ainda mais atraentes

Todo restaurante sabe o valor que um bom cardápio tem. Afinal, com fotografias de qualidade e bem apresentáveis, os pratos ficam ainda mais atraentes aos clientes. Com as redes sociais e os aplicativos de delivery, a fotografia de alimentos se tornou ainda mais essencial para os food services

Esse é um fator chave para o sucesso dos restaurantes, visto que a boa gastronomia também permite que a gente “coma pelos olhos” os diferentes pratos disponíveis. Portanto, melhorar a qualidade das imagens em seu cardápio e das imagens que publica na internet, podem fazer suas vendas aumentarem! 

fotografando lanche

É com isso em mente que a Castellmaq separou nesse post dicas que vão te ajudar a melhorar as fotografias de seus alimentos e tornar seus pratos ainda mais atraentes aos clientes, confira:

5 dicas que vão te ajudar com a fotografia de alimentos

Você sabe como fotografar comida? Apenas uma câmera profissional não é o bastante para garantir que suas imagens fiquem da forma que os consumidores precisam. Existem diferentes técnicas, macetes e dicas que podem te ajudar a atingir o nível profissional nas fotografias para o seu cardápio. 

1. Uma boa iluminação é essencial

Quando falamos de fotografia, a iluminação sempre entra em cena. Ela é responsável por vários aspectos da fotografia e, por isso, imagens de um mesmo prato capturadas em luz natural e em luz artificial podem ser completamente diferentes. 

No momento de fazer as fotos de seus pratos, o melhor é optar pela luz natural. Por isso, esqueça o flash, grandes equipamentos de iluminação e luzes muito fortes. A iluminação natural de um dia claro pela manhã já é o suficiente. Você pode posicionar seus pratos em ambientes do restaurante que recebem uma boa iluminação e ali capturar suas imagens. 

Fique atento ao posicionamento dos pratos em relação à luz: a luz direta, de frente para os alimentos, pode tirar todas as texturas da imagem. Por isso, o mais indicado é aproveitar a iluminação natural e, assim, se beneficiar das sombras, texturas e formatos que ela pode causar na fotografia dos alimentos. 

2. Use e abuse dos elementos em seu cenário

Suas fotografias não precisam ser em um cenário branco, completamente limpo e sem outros elementos. Afinal, se você quer instigar seus clientes a pedirem seus pratos, você pode usar o cenário das fotos para deixá-los ainda mais atraentes. 

Portanto, gaste um tempo planejando onde os seus pratos serão posicionados e quais elementos estarão presentes na fotografia além dele. Copos, talheres, guardanapos e a louça em que o prato é apresentado – esses e outros elementos darão formato às imagens. 

É preciso estar atento à narrativa que sua fotografia mostra. Capture com a câmera momentos que parecem contar histórias. Eles facilitam que o cliente experiencie a foto e, mesmo de longe, aproveitem os alimentos do seu restaurante. Uma colher mergulhada na xícara de café é um ótimo exemplo!

3. Pense bem na angulação das fotografias 

O ângulo em que posiciona os alimentos frente às lentes da câmera também ajuda na narrativa contada pela fotografia. No universo da fotografia de alimentos, existem três diferentes ângulos que são os mais comuns:

  • Eye level: ângulo em que a câmera e a comida são posicionadas em mesmo nível.
  • Bird’s eye: fotografias que mostram a visão que temos olhando de cima do prato (como a visão que um pássaro voando tem do chão).
  • Diagonal a 45º: fotografias que mostram a comida no ângulo que temos quando vamos comê-la. 

Se a sua intenção é fotografar todos os pratos disponíveis em seu cardápio, o conselho é que padronize suas fotografias em apenas um desses ângulos. Assim, seu cardápio fica mais coeso. 

4. Escolha alimentos frescos e atraentes

Preste atenção aos alimentos que serão utilizados no preparo dos pratos que serão fotografados, principalmente as hortaliças, frutas e outros alimentos perecíveis. 

É imprescindível escolher alimentos de qualidade, frescos e bonitos, já que na lente da câmera qualquer imperfeição pode ficar bastante aparente. Faça uma seleção minuciosa e encontre os alimentos perfeitos para protagonizarem as imagens de seu cardápio ou redes sociais. 

Outra dica é inserir os alimentos utilizados no preparo de seus pratos como elementos da imagem. Por exemplo, incluir grãos de café ao lado da xícara ou ainda alguns tomates inteiros ao fundo da imagem de um prato de macarrão à bolonhesa. 

Esses elementos intensificam a imagem de que o alimento foi feito à mão por seu restaurante. Assim, passam mais segurança ao seu cliente e aumentam seu desejo, já que queremos sempre consumir as coisas frescas. 

5. Use truques que deixam o alimento mais bonito 

Para deixar seus alimentos mais bonitos e bem apresentáveis nas imagens, existem diferentes truques usados pelos fotógrafos profissionais. Conheça esses truques e coloque eles em prática nas fotos que fizer dos seus pratos. 

Um bom exemplo é não cozinhar por inteiro alguns alimentos e fotografá-los com sua cor natural preservada. Assim, você evita capturar imagens de alimentos queimados, escurecidos ou com textura enrugada pelo fogo. 

Outra tática é pincelar manteiga ou azeite em alguns alimentos para deixá-los mais brilhantes e atrativos para as câmeras. 

Esses e outros truques vão variar conforme o alimento a ser fotografado. Pesquise os que se aplicam aos pratos que você vende, estude cada um deles e aplique em suas fotografias aqueles que mais fizerem sentido para sua realidade.

fotografando alimentos

A importância da fotografia de alimentos para o seu negócio

As fotos bem tiradas, em que os pratos estão nítidos e bem apresentáveis, vão possibilitar que seus produtos falem por si só. Essas imagens têm um grande poder de venda com os pratos que você comercializa. 

Portanto, quanto mais bonitos, apresentáveis e atraentes os seus pratos estiverem, maiores são as chances de eles mesmos convencerem seus clientes a comprarem de você. Seja em seu cardápio ou nas peças de publicidade que você posta em suas redes sociais

Se o seu negócio é um delivery de comida e atende por aplicativos como o iFood, sua importância é ainda maior, sobretudo com as imagens do cardápio. Pense bem: se você e seu concorrente oferecerem o mesmo prato, mas em seu restaurante está disponível apenas a lista de ingredientes enquanto o concorrente mostra uma foto atraente da comida, em qual restaurante o cliente fará seu pedido? 

Fique atento às imagens que captura de seus alimentos e se pergunte sempre se elas estão à altura do que seus clientes esperam de você. Com as dicas da Castellmaq, vai ficar mais fácil fazer boas fotos! 

Se gostou desse conteúdo, continue em nosso blog: temos diversos posts com dicas e informações que podem te ajudar na condução de seu food service. Que tal continuar a leitura conferindo nosso passo a passo de como montar um bom cardápio?

Esperamos você nesse e nos próximos posts, até lá!

Deixe um comentário