Se você deseja aprender como montar uma tapiocaria, provavelmente já sabe que a brasilidade da tapioca faz muito sucesso não só no seu país natal, como em vários países do mundo.

Sendo uma herança indígena, esse prato típico da culinária nordestina conquistou várias pessoas pela sua simplicidade e singularidade. Partindo de uma farinha proveniente do amido da mandioca, com a tapioca é possível fazer combinações muito saborosas com vários tipos de ingredientes, desde frutas, como a banana e morango, até variações de carnes, como frango e costela bovina. 

É tanta opção de sabor que quanto mais o seu negócio crescer mais opções de tapiocas vai querer incrementar no cardápio. Mas antes de chegar ao sucesso, aprenda como montar uma venda de tapiocas com os equipamentos essenciais para que, assim, possa espalhar a essência brasileira tão amada pelas pessoas.

tapioca de banana com canela

1- Pesquisa e planejamento: estudo de mercado

O primeiro passo é fazer uma pesquisa de mercado. Você precisa buscar entre seus futuros concorrentes o que contém em seus cardápios e até mesmo a forma de preparo. Vale a pena, de vez em quando, experimentar pratos variados para ter a ideia do que você pode melhorar no seu negócio.

Além disso, ainda no momento de pesquisa e planejamento, é importante se informar sobre todos os tipos de documentação necessários para montar um negócio e evitar problemas futuros. Afinal, uma empresa de sucesso, por menor que seja, precisa estar regularizada.

O segundo passo para o seu planejamento é listar suas habilidades. Até mesmo para abrir um negócio é necessário conhecer a fundo suas competências e daqueles que farão parte do trabalho junto com você. 

É nesse exato momento que você poderá identificar se precisará de um profissional para controlar as finanças, 1 ou mais cozinheiros e até mesmo de uma pessoa para comandar o serviço.

Dessa forma você terá mais facilidade para saber o quanto você precisará investir no início. É claro que o seu desejo é crescer, no entanto, primeiramente pense no que você precisa para começar e, em seguida, se desenvolver.

Lembre-se: começar de baixo não quer dizer que você sempre estará nessa posição. O importante é ter foco e habilidade de desenvolver tanto as suas capacidades quanto dos seus parceiros.

2- Montando o negócio: equipamentos fundamentais e o cardápio

Agora que você fez a pesquisa o mercado, buscou todas as documentações e já sabe o quanto precisará de mão de obra, é hora de conhecer os equipamentos fundamentais para materializar seu sonho e começar de vez a montar o seu negócio.

Os itens básicos para montar uma tapiocaria são: 

  • Pelo menos um freezer para armazenar os ingredientes;
  • Fogão (se o seu objetivo é atender muitas demandas por dia com qualidade e segurança, opte pelo fogão industrial), e uma geladeira para guardar os alimentos que serão utilizados com mais frequência. 

Caso você opte por um negócio ambulante, o ideal é investir em carrinho de tapioca, pois já conta com todos os equipamentos necessários de forma compacta e embutida e ainda facilita a sua movimentação entre um ponto e outro de vendas.

Agora com os equipamentos essenciais, você precisa desenvolver o cardápio. Ao começar um negócio, é preciso pensar grande, mas começar pequeno. É claro que todo mundo do ramo alimentício deseja ter um cardápio repleto de opções e novidades, no entanto, crie uma lista com o que você já sabe que faz sucesso entre seus concorrentes.

Também é válido trazer novidades que chamem a atenção dos clientes, porém, faz mais sentido que suas opções agradem a maioria das pessoas para você principalmente poder economizar dinheiro. Conforme o negócio for crescendo, incremente com opções diferenciadas. 

3- Personalizando seu negócio e fazendo os ajustes necessários

Você quer que o seu negócio cresça, certo? Então, agora com a tapiocaria aberta, é preciso ter uma certa quantidade de recursos financeiros para adquirir novos itens que otimizem ainda mais a sua empresa, tendo em vista que muitos pequenos empreendedores esquecem que, para o negócio ter sucesso, é importante investir nele.

No entanto, você precisa se atentar a não investir mais do que o que você lucra na tapiocaria. Se a quantidade de lucro começar a ficar maior, conquiste aos poucos novos produtos e até mesmo serviços que façam a diferença no mercado.

Um exemplo é investir em serviços para a experiência do consumidor, como um bebedouro de água para seus clientes, entrega a domicílio, brindes ou até mesmo uma embalagem diferenciada com o visual da sua marca. 

4- Atente-se aos feedbacks para garantir o sucesso

Atente-se aos feedbacks! Às vezes a gente acredita que precisa ir em uma direção e acaba seguindo somente nessa linha, assim, quando recebemos críticas, achamos que não têm fundamento. 

No entanto, o que importa de verdade é como as pessoas olham para o seu negócio. Por isso, esteja atento ao que elas dizem dos seus equipamentos, cardápio e serviço para que você possa sempre melhorar.

É claro que nessas horas você precisa filtrar as informações, afinal, principalmente no início do negócio, é muito difícil acatar todas as críticas e sugestões. Faça os ajustes que você tenha disponibilidade e recursos financeiros necessários e, assim, terá mais clientes satisfeitos. 

Por fim, nós desejamos muito sucesso na sua tapiocaria e que você sempre possa levar a cada vez mais pessoas a essência desse sabor originalmente brasileiro. 

tapioca

Você gostou desse conteúdo? Deixe um comentário aqui embaixo com a sua opinião ou pergunta, nós vamos adorar saber! Além disso, compartilhe esse post com os seus amigos e familiares para que eles também possam aproveitar essas dicas, criar um negócio do zero e ter muito sucesso. Até mais!

banner equipamentos castellmaq