Como montar uma quitanda? Veja o passo a passo necessário

Quer saber como montar uma quitanda?

É um processo relativamente simples, considerando que esse tipo de estabelecimento exige equipamentos pouco sofisticados para armazenagem e transporte, como caixa de checkout, balança de precisão, expositores e vascas de hortifrúti.

Por isso, nós, da Castellmaq, diríamos que a sua ideia empreendedora está bem direcionada! Neste post, separamos tudo que será necessário para montar a sua quitanda ou hortifrúti. Confira!

Passo a passo

Para montar um empreendimento lucrativo e bem estabelecido, acompanhe as nossas dicas voltadas para o cenário do mercado alimentício:

1° passo: encontre um local com potenciais clientes

O local ideal para abrir a quitanda/hortifrúti é em bairros afastados da cidade, próximo a condomínios com vários prédios e academias. O motivo é que, ao invés desse público ir ao supermercado no centro, eles vão até a quitanda.

Este é o primeiro passo e, sem sombra de dúvidas, é um dos pilares para o sucesso da empresa. No entanto, é claro que não é uma regra. Analise cada cidade e suas particularidades para identificar o melhor ponto.

Um aspecto certeiro a considerar é a expansão: é preciso ter noção de que esse modelo de negócio tem melhor funcionamento em regiões isoladas, sendo propício para abrir filiais ao invés de somente uma grande empresa.

2° passo: invista em ventilação

Um ambiente amplo e com ótima ventilação evita que as frutas, legumes e verduras estraguem com as ilhas de calor.

A estrutura mínima que recomendamos é de 50 m², aproximadamente. Esse é um espaço interessante para montar o layout dos equipamentos e prateleiras e ainda ter corredores para circulação de clientes.

Um salão que não tem corrente de ar corre sérios riscos de perder estoques inteiros devido ao superaquecimento. Afinal, os produtos vendidos são todos perecíveis. Portanto, invista em exaustores, ventiladores e climatizadores industriais, se necessário.

3° passo: contrate bons fornecedores

Ganhar destaque entre os concorrentes (supermercados, no caso) é essencial! Sempre ofereça produtos de boa procedência e qualidade orgânica, esse pode ser um diferencial seu em relação a esses estabelecimentos maiores.

Para isso, contrate fornecedores confiáveis que disponibilizam frutas, legumes e verduras saudáveis, com boa aparência e frescos. O ideal é que eles sejam entregues diariamente na sua loja.

Dica: borrife água sobre os alimentos periodicamente, assim, a aparência fica suculenta e mantém a temperatura menor.

Estratégias extras:

As estratégias extras que separamos abaixo são dicas que funcionam como vantagens competitivas que envolvem você e o estabelecimento. Veja, a seguir, o que ajuda a alavancar as vendas e o gerenciamento:

Tenha um propósito estabelecido

Ao colocar o negócio para funcionar, é essencial ter o propósito claro. Afinal, por que você se dedicaria e investiria em algo que não atende a uma meta maior? É importante ter um objetivo, uma razão para levantar todos os dias da cama e trabalhar.

Pense como um consumidor

O consumidor descobre algo novo a cada vez que navega pelas redes sociais. Nelas, existem inúmeras pessoas ensinando a usar produtos convencionais de formas inovadores ou apresentando receitas com alimentos diferenciados.

Traga essa inovação para dentro da quitanda! As nossas sugestões são investir em frutas exóticas que não sejam comuns na sua região — isso será um grande atrativo para os consumidores.

Mantenha a higienização em tudo

Preocupe-se com a higienização, de tudo! Dos alimentos, colaboradores, vascas expositoras e, principalmente, do ambiente. O local é destinado à venda de comida e qualquer sujeira que contém microorganismos nocivos pode fazer mal aos clientes.

Por questões sanitárias e estéticas, mantenha tudo limpo.

Leia também: Experiência de compra e marketing sensorial – como usar para fidelizar clientes?

Quais são os equipamentos de uma quitanda?

Investir em equipamentos de qualidade é o pré-requisito para todo negócio. Veja quais são os bens essenciais para uma quitanda:

Balança

É o equipamento básico para vender produtos orgânicos, uma vez que geralmente o preço é estabelecido pelo peso, não pela unidade. Há diversos modelos, entre eles:

Balança pesadora

A balança pesadora é excelente para quitandas que não possuem ilhas pesadoras. Conta com uma base pequena/média, ótima para hortifrútis com baixo fluxo de clientes.

Balança mecânica

A balança mecânica é uma plataforma que possui um pêndulo que representa o peso quando fica em total equilíbrio. É usada para pesar sacos grandes, mas não recomendamos que utilize para atendimento imediato ao público, pois o processo é demorado.

Balança etiquetadora

A balança etiquetadora atua através de valores pré-programados. Ela correlaciona o peso dos produtos com o peso em Kg determinado pelo lojista. Ao final da pesagem, ela emite uma etiqueta com o preço.

Balança plataforma

A balança plataforma conta com uma plataforma para pesar sacos grandes, igual a balança mecânica. Mas, nesse caso, mostra o peso por meio de um visor digital. É usada em Ceasas e hortifrútis de grande porte.

Balança computadora

A balança computadora calcula o peso dos alimentos e mostra-os em um visor frontal, é o modelo mais usado em conveniências.

Expositor refrigerado

O expositor refrigerado é muito prático para vender alimentos picados. As pequenas porções picadas facilitam o dia a dia de pessoas que não conseguem descascar, como idosos, deficientes e crianças.

É também um equipamento excelente para ideias comerciais do tipo “take-and-go, em que os clientes passam na loja, pegam frutas já lavadas, cortadas e embaladas e seguem o seu caminho diário.

No cenário urbano, isso é bem comum! É um método que oferece cafés da manhã e lanches da tarde saudáveis com facilidade.

Vascas de hortifrúti

Os expositores e vascas de hortifrúti são equipamentos que comportam de 12 a 20 caixas de frutas, legumes, folhas e vegetais. Dessa forma, você armazena esses insumos por tipo, garantindo mais organização e facilidade de compra.

Além disso, as caixas dos alimentos acompanham a estrutura. Há modelos menores para maçãs, peras, limões e outras opções grandes para abacaxis e melões. Não se esqueça de comprar placas de preço e suporte de embalagens plásticas.

Como é uma das principais peças para uma quitanda, recomendamos investir em um verdadeiramente bom, como a vasca preta para 12 caixas da Castellmaq, que tem estrutura metálica revestida com pintura eletrostática e espelho na parte superior.

Pia lavatório

A pia lavatório é excelente para higienizar as mãos antes de selecionar as frutas, isso é válido para os repositores e clientes. Ambos precisam higienizar-se para evitar contaminações futuras.

Invista em um local para limpeza na entrada e coloque ao lado sabonetes, álcool 70 e luvas.

Check out

O check out é o equipamento em que o consumidor finaliza a compra. Ali, um operador de caixa é responsável por contabilizar os produtos, receber o pagamento e arrumar as sacolas para levar embora.

Há modelos de check out com balança, assim, não é necessário investir numa ilha de pesagem.

Carrinhos e cestinhas

Os carrinhos e cestinhas são acessórios indispensáveis para uma boa experiência de compras do consumidor, pois é neles que são colocados os alimentos selecionados para ter conforto durante a compra.

Invista em modelos coloridos, fáceis de manusear e que tenham boa capacidade.

E aí, este conteúdo foi útil? Esperamos que ele tenha esclarecido como montar uma quitanda e norteado as escolhas dos equipamentos para montar o seu empreendimento!

Para comprar os produtos listados, acesse o site da Castellmaq, em que você encontra os melhores equipamentos para o seu estabelecimento! E que tal ampliar ainda mais os seus conhecimentos? Veja outros posts que você pode gostar:

Qual freezer é o mais econômico: horizontal ou vertical?

Capacidade produtiva: o que é, por que e como calcular

Deixe um comentário