5 dicas para aumentar a produtividade dos funcionários na cozinha

Restaurantes estão entre os empreendimentos mais desafiadores que existem. Isso porque, além do gosto natural pelo segmento de food service, os gestores precisam de muita energia para criar estratégias a fim de atrair mais clientes, se diferenciar da concorrência e aumentar o alcance da marca.

Entretanto, para que isso aconteça, é preciso aumentar a produtividade dos funcionários da cozinha, pois é nesse ambiente que tudo acontece. Inclusive, muito provavelmente por causa dessa produtividade é que você consegue prosperar mesmo em tempos de instabilidade econômica.

No post de hoje, confira 5 dicas infalíveis para, simultaneamente, engajar sua equipe de funcionários e otimizar seus processos. Boa leitura!

1. Alinhe as necessidades da equipe e gratifique-a

Trabalhar em equipe não é somente seguir um objetivo comum e pedir que todos trabalhem para atingi-lo. É necessário enxergar as individualidades. Um chef, por exemplo, dificilmente terá as mesmas necessidades de um atendente ou de um garçom.

Em qualquer negócio, os profissionais precisam de qualidade de vida para executarem as tarefas com eficiência — conceito-chave para o sucesso de uma empresa no ramo alimentício. Quando os funcionários passam a ter seus pedidos e interesses atendidos, sentem-se mais determinados para dar o seu melhor.

Por isso, é coerente investir em programas de incentivo que reconheçam o trabalho do seu pessoal e surpreenda-os de maneira individual — seja por meio de bonificações, folgas, remuneração extra ou alguma outra forma.

2. Controle os tempos de trabalho e de descanso

Produtividade nada tem a ver com horas ininterruptas de trabalho. Portanto, é fundamental que haja um bom controle do tempo de atividade e de descanso dos funcionários.

Reduzir o horário de almoço para adiantar serviços ou fazer muitas horas extras podem ser atitudes muito prejudiciais, tanto para o estabelecimento quanto para a saúde e bem-estar dos colaboradores.

Por mais estranho que possa parecer, pausas regulares aumentam a concentração e o desempenho. A pessoa que trabalha de forma ininterrupta em uma mesma atividade, normalmente, sofre uma baixa em sua performance. Pensando nisso, intervalos curtos entre tarefas longas auxiliam na manutenção do desempenho.

Uma forma bastante eficaz de colocar isso mais facilmente em prática é utilizando a técnica “pomodoro” — criada por Francisco Cirillo —, que tem o objetivo de aumentar a produtividade, permitindo um melhor aproveitamento do tempo. Para usá-la, basta utilizar um timer de cozinha ou qualquer outro tipo de marcador de tempo.

Essa técnica aumenta o engajamento, evita interrupções e promove paradas programadas com o intuito de recuperar a energia dos funcionários. Existem alguns passos que devem ser seguidos para sua implementação. São eles:

  • definir o procedimento a ser realizado;

  • configurar o timer ou relógio para “tocar” em 25 minutos;

  • trabalhar focado até o relógio despertar;

  • descansar por 5 minutos da melhor forma possível, de preferência se alongando, dando uma volta e/ou tomando uma água.

A cada 4 “pomodoros”, descanse por mais tempo (de 15 a 20 minutos é o ideal). Em seguida, retome o ciclo de atividades e descanso.

3. Garanta bem-estar e qualidade de vida à equipe

Hoje, as pessoas estão mais preocupadas em ter qualidade de vida, e não somente um emprego que garanta um salário todos os meses. Diante disso, seu restaurante também precisa se atentar para garantir o bem-estar dos seus funcionários.

Faça uma pesquisa do clima organizacional do seu estabelecimento para identificar quais são os aspectos que afetam o entusiasmo e a satisfação da equipe. A partir disso, torna-se possível criar políticas para melhorar a qualidade de vida dela. Possibilidades simples como maior flexibilidade nos horários de entrada e saída já podem ser um grande incentivo para os que desejam conseguir buscar seus filhos na escola, por exemplo.

Encorajar seus colaboradores a terem uma rotina saudável também é uma forma de estimular a produtividade e o bem-estar. Permitir que consigam tempo fora do expediente para ler um livro, praticar exercícios físicos ou realizar outras atividades que são prazerosas é uma maneira de demonstrar zelo e cuidado com eles.

4. Preze pela comunicação e capacitação

No segmento de alimentação, restaurantes, cozinhas industriais, cozinhas de hotéis, bares, lanchonetes e food trucks possuem um aspecto em comum: eles dependem da comunicação para que tudo funcione corretamente. E esse relacionamento não deve ser construído apenas com os clientes, mas, especialmente, entre a própria equipe.

Garantir que os pedidos sejam entregues com qualidade e rapidez é um dos principais objetivos de uma boa comunicação interna. Ação que também permite que os profissionais conheçam os ritmos e habilidades de cada um, ao mesmo tempo em que compartilham experiências e estimulam o trabalho cooperativo — fator que reduz conflitos, retrabalhos e atrasos.

Além disso, procure treinar e capacitar seu pessoal para diminuir o índice de rotatividade, problema enfrentado por muitos estabelecimentos nessa área.

Afinal, a alta taxa de turnover prejudica o bom andamento dos negócios, na medida em que é preciso dedicar tempo e esforço no treinamento de novos integrantes — o que, geralmente, demanda de 30 a 90 dias para conseguir que eles executem suas tarefas de forma satisfatória.

Além disso, ainda tem a questão dos prejuízos causados pela redução de produtividade e, até mesmo, das despesas com os direitos trabalhistas.

O comprometimento constante em forma de treinamento constrói equipes mais engajadas e com mais vontade de adquirir conhecimento. Esses treinamentos podem ser motivadores, educativos e lúdicos, abordando diversos procedimentos da rotina de um restaurante, com o intuito de capacitar os funcionários em diferentes assuntos como:

5. Utilize os equipamentos e a tecnologia a seu favor

Atualmente, a tecnologia está incorporada em todas as atividades profissionais. Independentemente do meio de atuação, sem dúvida ela se adaptou às novas soluções e equipamentos que chegaram para melhorar todo o processo de trabalho.

No segmento alimentício não é diferente. Pizzarias, restaurantes, padarias e similares apostam na inovação e no uso da tecnologia para reduzir custos e aumentar sua produtividade.

Ter uma estrutura grande para adquirir alguns equipamentos necessários não é regra, basta otimizar bem os espaços disponíveis na cozinha. É importante que as instalações de energia elétrica estejam bem dimensionadas a fim de adequar todos os utensílios (eletroeletrônicos).

Outra grande vantagem de se obter aparelhos mais modernos é a possibilidade de reduzir o número de pessoas no estabelecimento sem comprometer a operação. Porém, é importante treinar os responsáveis pelo manuseio correto do equipamento para garantir seu bom desempenho. Um treinamento focado no manuseio de máquinas já é o suficiente para garantir que tudo funcione da melhor forma.

Se você aplicar as dicas expostas neste artigo, certamente vai aumentar a produtividade dos funcionários na sua cozinha. Portanto, não perca tempo e comece já a investir na qualidade de vida e no bem-estar daqueles que fazem o seu restaurante seguir em frente.

Gostou desse conteúdo? Compartilhe-o com seus colegas e amigos nas suas redes sociais para que eles também conheçam nosso blog. Até a próxima!

Deixe um comentário